sábado, 17 de novembro de 2012

Minha chegada numa Paris fria de outono

Bonjour, amigos!

Estou em Paris e feliz!!! Saí cedo de Aix (9h) pois eu tinha de pegar um ônibus na Gare Routiére (uma espécie de rodoviária local) até a estação de trem Aix-TGV que fica a 18 km da estação central de Aix. Para Paris não há trens saindo direto da Gare Central, apenas da Gare TVG então foi para lá que eu fui.
Foi bem fácil, quando comprei minha passagem de trem, comprei junto a passagem do ônibus (custa 3,80) e ao chegar na Rodoviária, vi que o ônibus saía do ponto número 11. Sai um a cada 20 minutos e, embora o meu fosse para 9h40, saí no de 9h20 sem problemas. O motorista apenas rabiscou algo na minha passagem, imprimiu um tiket e me deu.  Esse ônibus que peguei, na verdade, vai para o Aeroporto de Marselha, mas para na gare de Aix-TGV antes, então nem todos saltaram  junto comigo. Dentro do próprio ônibus, uma tela já indica em qual plataforma sai o trem para Paris e como a gare é pequena, tudo é bem simples e fácil.
Depois de 3 horas tranquilas de viagem, eu estava na gare de Lyon em Paris! Peguei o ônibus 63 que faz ponto final lá e me deixa bem aqui no quartier latin, esse bairro que tanto amo ! Segui até o hotel me sentindo tão parisiense: uma malinha pequena e uma mochila, nada mais. Simples e fácil de carregar. É assim que os europeus viajam: leves!
Fiz o check-in e saí para dar uma volta. Aqui está mais frio do que estava na Alemanha, mas nada que um bom casaco e um cachecol não resolvam. Meu primeiro destino foi, obviamente, a Notre Dame. Como é diferente não encontrar fila na porta para entrar!




Ela continua mais linda que nunca e como estava vazia, aproveitei para visitar a parte do tesouro da igreja, onde eu nunca havia ido. O bilhete custa 4 euros. É lindo ver aqueles objetos do antigo regime tão bem preservados. Há objetos ali que tem quase a idade da igreja! Aliás, eles estão preparando uma grande festa para ano que vem, quando a Notre Dame completará 850 anos. Pena que não estarei aqui para ver...
 




De lá, fui ao Monoprix comprar algumas coisinhas gostosas para o café da manhã, já que o Hotel du Mont Blanc, onde estou hospedada, não inclui café na tarifa do quarto, pode-se pagar 10 euros à parte, mas sinceramente, não vale a pena, pois o café do hotel é muito fraco. Pelo mesmo valor come-se bem melhor em qualquer padaria aqui em frente.
À noite, fui jantar com um casal de amigos que está aqui há uma semana e comemos no "Le Bourbon", um dos mil restaurantezinhos simpáticos das redondezas. Comida boa, principalmente a sopa de cebola que tomei como entrada.

Depois, passeio para olhar Paris à noite e cama! Amanhã vou passear sem destino, quero vivenciar uma Paris no inverno, coisa que nunca vi.
A biêntot!

VIAGEM REALIZADA EM NOVEMBRO DE 2012