sexta-feira, 28 de junho de 2013

Hediard, uma lojinha deliciosa em Paris

Bonjour, amigos!

Numa das minhas andanças por Paris, descobri uma lojinha muito bacana chamada “Hediard” que fica na Place de la Madeleine. É uma loja que vende desde temperos, doces, biscoitos até comida pronta, tortas, vinhos e tudo de gostoso que se puder imaginar. Fiquei encantada com o lugar, pois além de cheirosa a loja era linda com tudo ricamente organizado de forma a alegrar os olhos e abrir o apetite. Dá vontade de levar tudo! Vale o passeio!









A Bientôt!

VIAGEM REALIZADA EM JUNHO DE 2013

Rouen num domingo de chuva

Bonjour, amigos!

Rouen é uma bela cidade da Normandia conhecida por ter sido o local onde Joana D’Arc foi queimada viva em praça pública. Cheguei lá num domingo chuvoso de verão, que mais tinha cara de inverno. A cidade estava com a maioria de suas lojas fechadas e apenas poucas pessoas passeavam pelas ruas enfrentando aquele vento cortante.
O posto de informações turísticas fica na praça principal, bem em frente a Notre Dame de Rouen, igreja mais importante da cidade que foi pintada em diversas telas por Monet. Aliás, era exatamente do segundo andar de onde hoje é o posto de informações turísticas que ele sentava para pintar a bela catedral.
Ao lado dela existe um trenzinho turístico que circula pelas  principais ruas e custa 6,50. Em um dia chuvoso e frio, até que vale a pena.

Notre Dame de Rouen

Rosácea da Notre Dame de Rouen
Ali perto está a praça do Vieux Marché (velho mercado), onde, em 1431, Joana D’Arc foi queimada. Hoje nesse mesmo local existe uma igreja em homenagem à guerreira com uma estátua  dela  no local exato da fogueira. Nessa praça existe um restaurante chamado “La terrasse” com preços razoáveis e comida deliciosa. Atendimento muito simpático!
Um outro atrativo da cidade que não tem o apelo “joana d’arc” é o Museu de Belas Artes, contudo, o acervo permanente não é muito interessante, mas dei sorte de ver uma exposição temporária dos mestres do impressionismo, com obras de Monet, Renoir, Signac, Cezanne e outros que eu nem conhecia!

Quadro de Modigliani no museu de Belas Artes

Relógio astrológico

Torre da Joana D'Arc
 A arquitetura do museu é bem bonita e em seu interior existe um café muito bacana. Essa exposição temporária vai até 30 de setembro de 2013, portanto se você estiver em Paris nessa época vale um bate e volta até Rouen (menos às terças pois o museu não abre!). Aliás, é bem fácil chegar em Rouen vindo de Paris, basta ir até a gare Saint Lazare e seguir as placas que indicam “trains grands lignes” e comprar uma passagem para “Rouen Rive Droite”. A viagem dura 1h10 e chegando lá é só seguir pela Rue Joanne D’Arc até o ver o relógio astrológico à esquerda, entrando ali, já se está de frente para a Notre Dame e ao lado do Posto de informação turística onde se pode pegar um mapa da cidade (inclusive em português).

A Bientôt!

VIAGEM REALIZADA EM JUNHO DE 2013

Em Tempo: O Museu de Cera com a história da Joana D'Arc que existia bem no meio da praça central, quando fui em 2010, não existe mais. Fiquei sabendo que era um museu particular e que o dono morreu e seus herdeiros não quiseram continuar com o museu sem ajuda do governo. Também me disseram que um novo Museu de Cera será construído pela prefeitura. Aguardemos.

As passagens cobertas de Paris

Bonjour, amigos!
Um dos charmes de Paris são as chamadas “passagens cobertas”, que nada mais são que galerias decoradas em estilo Belle Époque que possuem lojinhas e restaurantes em seu interior. Essas passagens eram feitas em bairros mais nobres para que as pessoas pudessem passar de uma rua para outra sem se molhar na chuva ou se sujar com a lama que ficava nas ruas nos dias chuvosos. É lógico que suas lojas foram inicialmente criadas para pessoas que tinham dinheiro mas hoje em dia existe todo tipo de loja ali dentro, desde lugares caros e chiques até sebos que vendem livros de arte a 10 euros.
A Passagem Vivienne e a Passagem Colbert eram as mais luxusosas.  Elas ficam lado a lado no Boulevard Montmartre. A Colbert só vale pela arquitetura pois há muito pouco em seu interior além de um restaurante, já a Vivienne possui um chão de mosaico não muito bem cuidado e algumas lojas interessantes.
Além dessas há as passagens mais populares como a Passagem des Panoramas, também na Boulevard Montmartre, que mais parece um mercado árabe com seus restaurantes cheirando a curry e outros temperos exóticos.

interior da Passagem Colbert

Entrada da Galerie Vivienne

o chão de mosaico da Galerie Vivienne
De todas a mais divertida, na minha opinião, foi a Passagem Jouffroy que fica atravessando a rua após a Passagem des Panoramas. Ali estão diversas lojinhas com muitas lembrancinhas diferentes e interessantes de Paris.


lojinha dentro da Jouffroy

lembrancinhas fofas de Paris dentro da Passagem Jouffroy

Lojinha da Passagem Jouffroy

 Vale a pena dar uma olhada nem que seja para fazer como eu: apenas tirar belas fotos.
A Bientôt!

VIAGEM REALIZADA EM JUNHO DE 2013